quarta-feira, 20 de março de 2013

Devemos abrir a mente para novas situações!

Oi gente td bem, hj venho compartilhar com vcs uma história que escutei sexata-feira passada de manhã no rádio indo para o trabalho, essa mensagem me tocou muito, e me fez abrir um pouco a mente. Pesquisei na internet para achar a história mais não achei a original, porém curiosamente, achei ela em vários blogs, ond as pessoas citavam a história, e no final diziam o que a mensagem mostrou pra elas, e o mais interessante é que esse outros blogueiros interpretaram a mensagem de uma forma bem diferente do que eu, e um diferente do outro, achei curioso. Bom vamos a história...
Certa vez uma floresta foi acidentalmente incendiada. Quando os moradores daquela região conseguiram dominar o fogo, notaram que havia entre as cinzas alguns porcos completamente assados. Foi então que se descobriu a verdadeira delícia que era aquela carne, até então servida crua.
 A partir daquele momento, “logicamente”, toda vez que se pretendia saborear um porco assado, tocava-se fogo na floresta. Com o passar do tempo e o conseqüente aumento da demanda, foi necessário aprimorar as técnicas de ignição e, principalmente, de controle dos suínos – que, como se sabe, são animais arredios por natureza e não se lançam ao fogo tão facilmente.
 Então o “sistema” teve que ser “aperfeiçoado”. Diversos profissionais foram treinados (inclusive em Universidades estrangeiras). Criaram-se áreas de atuação específicas e, consequentemente, toda uma estrutura burocrática, que ao longo do tempo foi aumentada para gerir de forma mais “eficiente” todo o procedimento de assadura dos porcos.
 Porém não tardou a que problemas surgissem, pois o “sistema” não dava mais conta da demanda, exponencialmente crescente. E havia sempre alguém a declarar que ele estava à beira da falência. Promoviam-se seminários, congressos e “audiências públicas”, com a participação dos mais notáveis especialistas. Novas idéias surgiam e mudanças eram realizadas. Mas os problemas não só persistiam como aumentavam. 
 Um cidadão, cujo nome era João Bom-Senso, por fim resolveu dar a sua colaboração e encaminhou-se ao “Diretor Geral de Assamento” afirmando que o problema todo se resolveria a partir de uma prática muito simples. Ao invés de queimar a floresta, bastava matar o porco, limpá-lo e assá-lo, colocando-o sobre uma grelha acima de uma fogueira previamente preparada.  
 Apartir dai, as pessoas começaram a saborear a carne assadinha no ponto nem crua nem torrada, e os problemas acabaram.
 Bom pra mim, a história mostrou que sempre devemos abrir a mente para outras hipóteses, ou seja, se vc faz algo de um jeito e não está tendo o sucesso esperado, tente pensar em outro modo de realizar o seu projeto, mais pense com calma, faça várias tentativas e modificações, que vc não vai se arrepender!

Ok! mensagem dada, e até o próximo post!
E vcs o que a msg significa pra vcs?

2 comentários:

Comentários e sugestões